Pinturas

Descrição da pintura de Salvador Dali “A Costa Encantada com Três Graças Líquidas”

Descrição da pintura de Salvador Dali “A Costa Encantada com Três Graças Líquidas”


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A imagem que estamos considerando é repensar a mitologia grega antiga. Na cultura tradicional da graça, eles também são moluscos, personificam a alegria, o charme e a beleza. Mas Salvador Dali recusa a leitura geralmente aceita e faz referência a outro mito que fala das três deusas do destino, Moira, em cujas mãos está o destino de cada pessoa.

A figura à direita possui um longo instrumento no qual as rendas da vida humana serão tecidas. A deusa no centro mede o fio fatídico. Sua imagem simboliza a vida de uma pessoa desde o nascimento. A figura à esquerda é responsável pela morte e decide quando os fios precisam ser rasgados.

O líquido das graças se deve ao fato de que seus rostos estão inscritos em uma paisagem. A face da deusa à direita é delineada graças a um arco de pedra localizado à distância. As características de um rosto bonito no centro são formadas pelas figuras de um cavaleiro, um cavalo e uma pessoa correndo atrás deles. Na terceira graça, não observamos nenhuma característica facial. Uma pedra escura substitui sua cabeça. Isso é muito simbólico. As duas primeiras figuras personificam a vida de uma pessoa desde o momento em que sua alma nasceu até o último dia. Esta vida é linda, que pode ser julgada pelas expressões faciais calmas e dispostas dessas deusas e suas poses elegantes.

No disfarce de ambos, as silhuetas das mulheres estão escondidas sob roupas brancas sem peso. Linhas bonitas nos ombros, seios convexos e femininos, quadris exuberantes - essas imagens são humanizadas e compreensíveis para cada espectador. Em contraste, a terceira figura é quase incorpórea. Seu roupão se funde com a cor da areia. E nesse cenário, dedos tensos se apegam claramente ao tecido do vestido e seguram tenazmente o fio acima da cabeça. A morte é despersonalizada e feia, mas ao mesmo tempo inevitável.

Esta imagem é uma tentativa de compreender a transitoriedade da vida humana.





Quadro 9 Círculos do Inferno Dante


Assista o vídeo: LO QUE ESCONDE SALVADOR DALÍ. GALA, ARTE, HAMPARTE Y DÓLARES (Junho 2022).


Comentários:

  1. Shakagor

    sua frase é incomparável ... :)

  2. JoJogrel

    Nem sempre, às vezes até mais cedo =)

  3. Edur

    Em tudo charme!

  4. Spangler

    Ponto de vista autoritário, engraçado...

  5. Wambli Waste

    Certamente. Assim acontece. Vamos discutir esta pergunta. Aqui ou em PM.



Escreve uma mensagem